VINHOS CATTACINI  
  Merlot Cattacini 2011  
  Peverella Cattacini 2014  
  Clos Cattacini - Gewurztraminer 2014  
  Espumante Rosé
Nature Cattacini 2015
 
  Barbæra - Barbera Cattacini 2015  
  Quíron - Chardonnay Cattacini 2015  
  Quíron 2017 - Ribolla Gialla - Fiano  
  Vale do Luar - Chenin Blanc Cattacini 2015  
  Azzul Cattacini - Espumante Extra-Brut  
  Clos Cattacini - Trebbiano Romagnolo 2014  
  Espumante Santiago
Extra-Brut
 
 
LINHA ZUIM

 
  Zuim Tinto 2013  
  Zuim Espumante Brut  
 
VINHOS PERSONALIZADOS

 
  Rosé La Sagrada Familia - Cattacini 2017  
  ABW - Cattacini - Ribolla Gialla - Fiano 2017  
     

 

FICHA TÉCNICA

Origem: Pinto Bandeira (RS).

Variedade: Chardonnay (70%) e Pinot Noir (30%).

Produto: Vinho Branco Espumante Extra-Brut.

Graduação alcoólica: 12% vol.

Embalagem: garrafas de 750ml, em caixas de papelão com 06 unidades, e garrafas de 1500ml, em caixa de papelão com uma unidade.

Clima: Cfa – Subtropical com inverno e verão bem definido e distribuição regular de chuva durante todo o ano.

Solo: Neosolo, fértil, teor de argila entre 31-43%, matéria orgânica entre 3,9 e 5,1%, bem drenados e com cobertura vegetal espontânea entre os pés de videira.

Sistema de condução: espaldeira simples, com controle de produção. O vinhedo encontra-se em fase reconversão para o manejo biodinâmico.

Análise Visual: límpido e brilhante. Apresenta coloração amarelo palha, perlage fino, abundante e persistente.

Análise Olfativa: apresenta boa intensidade e complexidade aromática. Elegante com notas de frutas cítricas, principalmente o abacaxi, e casca de pão. 

Análise Gustativa: equilibrado, persistente e com acidez presente. Bom equilíbrio entre o aspecto olfativo e gustativo. Apresenta grande maciez e cremosidade devido ao processo de autólise de dezoito meses e correta vinificação. No retro-olfato se percebe as mesmas notas descritas no olfato.

Vinificação

  • Colheita: manual, em caixas de 20kg.

  • Seleção: manual dos cachos no momento da colheita.

  • Prensagem: os cachos são prensados, inteiros, em prensas pneumáticas, tendo-se o cuidado de deixar o menor tempo possível em contato com as cascas, para não extrair polifenóis.

  • Debourbage: limpeza do mosto flor à 8°C, para a eliminação de resíduos.

  • Primeira Fermentação (Vinho Base): o mosto flor é fermentado com controle de temperatura, entre 13 e 15 °C, em tanques de aço inox. Cada variedade é fermentada separadamente.

  • Decantação do Vinho Base/Precipitação Tartárica: o vinho base é decantado, para eliminação dos resíduos da fermentação, e submetido a um tratamento a frio a -3°C, para a precipitação completa dos sais tartáricos.

  • Elaboração do Espumante - Engarrafamento: o vinho base (corte) é engarrafado com uma pequena quantidade de açúcar e leveduras, conhecido como licor de tiragem, proporcionando a segunda fermentação na garrafa, responsável pela espuma e pressão (6kg/cm2 dentro da garrafa).

  • Fermentação na Garrafa (2ª Fermentação): é realizada em aproximadamente 40 dias em cave subterrânea climatizada a 10°C.

  • Envelhecimento na Garrafa: o espumante fica em contato com os resíduos das leveduras, em autólise, por um período de dezoito meses, em garrafas deitadas na cave subterrânea.

  • Remuage: para decantar os resíduos gerados durante a segunda fermentação, as garrafas são colocadas em pupitres, por um período de aproximadamente 30 dias, para que o resíduo se desloque todo para o gargalo.

  • Degorgement: após a operação de “remuage”, o gargalo das garrafas é congelado em máquina especial (manualmente). A garrafa é colocada na posição vertical e é retirada a tampa da garrafa eliminando o resíduo sólido que sai automaticamente, ao se abrir a garrafa pela própria pressão interna. Imediatamente são colocados o licor de expedição, definindo o estilo do espumante, no caso extra-brut, a rolha da cortiça e a gaiola de arame. Após um período de repouso de 15 dias as garrafas são rotuladas e destinadas ao mercado.

Serviço: temperatura ideal para servir é 4 a 6°C.

Harmonização: vinho leve, harmônico e gastronômico, especialmente adequado à harmonização de pratos da culinária brasileira, japonesa, tailandesa, chinesa e contemporânea, além dos acompanhamentos clássicos para este tipo de vinho. Adapta-se perfeitamente como aperitivo, podendo acompanhar o curso inteiro de uma refeição e, dependendo da sobremesa, chegar até ela.

 

Ficha técnica - Versão para impressão